segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

27 - A tempestade e a Felicidade



"Dê-me um limão; farei uma limonada!
Diga-me um não; seguirei na direção do sim!
Faça-me chorar; rirei logo depois!
Deixe-me cair: levantarei a seguir!

Que venha a ventania que antecede a tormenta, a areia que entra pelos olhos e fere a pele, o fogo do raio, a água da chuva!

Dançarei com a brisa, pisarei na areia molhada, sorrirei ante o último raio e pularei as poças d'água..."

30/06/2008-seg.

5 comentários:

Giane disse...

A Felicidade bem que avisô: "Vô num pé e volto noutro..."
E eu num desespero danado, achando que ela num ia voltá...
E num é que ela voltô!!!
Ehhhhhhhhhhhh - mundão véi sem portera!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

01/07/2008

*******************************

Nada como alguns "dejá vus"...

Beijos mil!!!

silvioafonso disse...

.

Quero vento que mexa as águas,
ventania, tempestade.
Dê-me um limão e um copo d’água,
gelo puro, limonada.
Digas não, que eu choro sozinho, digas
sim e tu serás minha,
mas se o meu pranto chegar agora,
por Deus, não sorria porque eu
emburro, sou um pão doce, delicado,
doce de leite, brigadeiro, quindim,
bom-bocado.
Pingo de água, vento de chuva.
Areia na pele, dedo sem luva.
Terra molhada, poça encharcada,
salto por cima do teu mal-olhado.

silvioafonso.






.

E.Suruba disse...

é seu? me deixo colocar no facebook?

Adriano Siqueira disse...

Adorei Giane :-)
uma reflexão bem fascinante.

Escreva sempre
Adriano Siqueira

a magia da noite disse...

há sempre uma segunda escolha entre caminhos diversos.

Related Posts with Thumbnails