domingo, 17 de janeiro de 2010

29 - Pássaros de papel


Há alguns dias atrás passei a madrugada fazendo pequenos pássaros coloridos.

Em cada dobra, coloquei o vinco do afeto, a forma da amizade, a realização de cada felicidade.
Desejei saúde, prosperidade e muito amor, para quem os pediu.
Levei-os e os pequenos pássaros foram apreciados e admirados.
E voltaram comigo para casa.
Foram esquecidos e sequer agradecidos.
Deixei-os guardados dentro de um livro.
Voltaram a ser lembrados há três dias atrás.
Tornei a levá-los e suas asas foram abertas e de certa maneira, voaram e também de certa maneira, foram agradecidos.

Espero que como os pequenos "Tsurus" você possa definir sua forma de viver a vida e aceitar-se como é.

Te amo na mesma medida.

sp.27/04/2008-dom.

3 comentários:

Giane disse...

Engraçado como o que escrevemos tempos atrás faz tanto sentido ainda...

A.S. disse...

Giane...

Libertar os sonhos... como se libertam pássaros de papel colorido!!!

Beijos!
AL

tossan disse...

Você é uma apaixonada! Belo texto! Beijo

Related Posts with Thumbnails